Os poderes mágicos do chá de Hibisco

Dizem alguns especialistas que o chá de hibisco faz bem, se for consumido de forma moderada. É um termogênico, que melhora a circulação. Ajuda na digestão e impede parte da absorção da gordura pelo organismo. E há tantos outros argumentos que fazem com que algumas pessoas profetizem futuros mais magros.

Márcia e Suzana foram ao shopping. Fazer compras. Suzana é uma amiga e tanto. É presente como se faz necessário ao convívio da amizade. É compreensiva quando a situação assim o exige. E sabe ouvir, o que é fundamental para quem acredita no exercício do amor. Pois bem, Márcia gosta de falar. Fala sem economias sobre os mais variados assuntos. E agora, o assunto predileto é o tal chá de hibisco.

Antes das compras, Márcia cismou que, como vai perder uma quantidade impressionante de quilos, era prudente comprar roupas menores. Suzana argumentou que era melhor esperar o tal emagrecimento. E depois comprariam. Márcia disse que não. Que era impossível não se despedir dos quilos que a incomodavam depois da descoberta do século, o chá de hibisco.

Foram as duas. Antes das lojas, sentaram-se em um café cujo aroma convidava para uma prosa. O atendente veio sorridente tirar o pedido. Suzana pediu um café e uma água com gás. Márcia estranhou, "Só isso?". Suzana relembrou, "Acabamos de almoçar". Márcia olhou para o relógio e não comentou a explicação da amiga. "Quero dois pães de queijo, uma empadinha de palmito que só vocês sabem fazer e um café com adoçante". O moço já se preparava para ir resolver os pedidos, quando Márcia prosseguiu "Humm, me deu vontade de comer um pedaço pequeno de baguete com manteiga". Suzana apenas olhou. O atendente perguntou: "Cancelo, então, os pães de queijo e...". Antes que ele terminasse de perguntar, Márcia soltou: "Não cancele nada! Acrescente! E, por favor, já que estamos aqui, quero aquele brigadeirão, que é a especialidade da casa". Ele anotou e se foi.

"Márcia, não tem como emagrecer desse jeito". "Fique calma, Suzana, o chá de hibisco queima tudo. Pode comer à vontade, à noite, você toma uma xícara do chá que queima. E quando acorda, outra xícara. Se, por acaso, alguma coisa não queimou à noite, você queima no amanhecer, ainda em jejum. É muito importante estar em jejum".

Suzana olha, pensa se fala ou se apenas permanece ali, acompanhando. Decide e prossegue: "Quem te disse isso? Algum médico, algum nutricionista?". Márcia sorri o sorriso das sabidas. "Eu sei das coisas, minha amiga: eu sei das coisas".

Depois do lauto lanche, foram elas para as lojas. Quando alguma vendedora sugeria que ela experimentasse, imediatamente ela explicava que estava comprando menor para depois do emagrecimento.

Suzana, envolta em dúvidas, perguntava para si mesma se, às vezes, é melhor acreditar em poderes mágicos e prosseguir sorrindo. A vida, afinal, tem tantos dissabores. Enquanto pensava, Márcia explicava que os 12 quilos que não foram convidados partiriam em, no máximo, 3 meses. E mais, pontificava que o correto era dizer emagrecer e não perder quilos. "Porque o que você perde você acha".

Suzana perguntou por que ela não se matriculava em uma academia de ginástica, poderia ajudar. Além do que, a prática de atividade física faz muito bem à saúde. Márcia riu e se desculpou de não ter explicado a amiga um método revolucionário de atividade física, mágico praticamente. Ela comprou o programa e vai começar a fazer na próxima segunda-feira. "Você fica deitada, coloca uma música, é praticamente um banho de luzes. As luzes que você imagina fazem o exercício para você. No máximo, em 2 meses, você fica com abdômen totalmente definido. É a invenção do século".

Suzana respira fundo e, em silêncio, rindo para si mesma, feliz de estar ali, acompanha a amiga em mais algumas lojas e depois decide jogar na mega-sena. "Quem sabe o número 12 seria um deles. Hibisco tem 7 letras. Chá tem 3". E, assim, inspirada naquela jornada, vai escolhendo o número vencedor. Em frente à lotérica, um pastel de queijo acena indelicadamente para aquelas duas.

Qual o problema? Depois, o chá de hibisco queima tudo.

Por: Gabriel Chalita (fonte: O Dia - RJ) | Data: 11/03/2018

Vote neste item
(17 votos)
Tagged under

  • Email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Publicidade