Por Gabriel Chalita

A lista de notáveis é extensa: Machado de Assis, Carlos Drummond de Andrade, Aluísio de Azevedo, Guimarães Rosa, Vinícius de Moraes, Manuel Bandeira, Lima Barreto, João Cabral de Melo Neto… Grandes referências literárias nacionais. Homens capazes de exercer atividades diversas com a mesma integridade e dedicação. Escritores brilhantes que, durante boa parte de suas vidas, também exerceram cargos no funcionalismo público.

Por Gabriel Chalita

“Aqui jaz Fernando Sabino. Nasceu homem, morreu menino”. A frase poética escolhida pelo autor de “O Encontro Marcado” para a sua lápide expõe de maneira sucinta, mas explícita, um pouco da personalidade, dos desejos e anseios de um protagonista da palavra. Um autor cuja pena produziu, desde a mais tenra juventude, textos fundamentados na sensibilidade capaz de captar a angústia humana como poucos de sua geração souberam fazer.

Por Gabriel Chalita

A função mais importante do professor é gerenciar sonhos. Mas nesse mister a amplitude da tarefa é maior que isso: instigar obreiros, fazedores, estimular a inspiração que leva ao domínio do sonhar e do realizar. Iniciativas em torno desse conceito é que constituem os elementos essenciais para o aprendizado, e que levam a criança e o jovem a aprender a ser, a conviver, a conhecer, a fazer. São atitudes que permeiam todas as tradicionais disciplinas, porque o aluno não pode ser um repetidor de fórmulas decoradas.

Publicidade