O poder

A questão do poder, a partir de duas obras do início do capitalismo (“O Príncipe”, de Nicolau Maquiavel, e “Discurso da Servidão Voluntária”, de Etienne de la Boétie), é o mote deste livro.

Ambos os autores, pensadores renascentistas, desmitificam e desmistificam o conceito de poder – o qual não é privilégio dos deuses e dos demônios, mas dos homens.

Distante de preconceitos, Gabriel Chalita proporciona uma releitura do controvertido trabalho de Maquiavel (e o faz com pertinência), assumindo o desafio de resgatar um pensador por demais estudado. Boétie surge como contraponto – ou, até mesmo, como aparente antítese – ao florentino. Diversos outros autores formam o pano de fundo, por discutirem, em momentos diferentes da história, esse tema imprescindível para os mais diversos campos do conhecimento.

Revista dos Tribunais, 2005.

  • Website: www.chalita.com.br
  • Email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Publicidade