Homens de cinza

Teodolino, Jorge, Tadeu, Germano, Lourival… Desconfiança e amor caminham juntos. Segredos e descasos se encontram. Paixão e remorso são quase sinônimos. Raiva e esperança sobrevivem no mundo cinza em que vivem os personagens deste livro.

Poucas vezes se viu uma cor, como elemento de ligação entre os mais diversos tipos de sentimento, ser utilizada de maneira assertiva. Não há tantos sinônimos para cinza nem tantas gamas dessa cor, mas os homens aqui retratados percorrem todas as tonalidades, com suas lamúrias e seu destino. Homens que podem ter passado pela vida de cada um de nós – aqueles que, na mesmice da desilusão, nos fazem acreditar que nada muda. Nesta coletânea de 20 contos, os personagens, de tristeza agridoce e de ternura contida, numa cordialidade seca e desapontada, são revelados ora com beleza poética, ora com crueza dolorida.

Editora Ediouro, 2009.

  • Website: www.chalita.com.br
  • Email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Publicidade